Nossa experiência em uma cabana de madeira no meio da floresta de Cape Breton

Atualizado: Jul 24



Por aqui nas províncias do Atlântico, é muito comum as pessoas praticarem atividades ao ar livre. O verão Canadense é muito bem aproveitado no lado leste do país, uma região rica em lagos, praias e trilhas, muitas delas dentro de florestas e parques com imensas áreas verdes. E uma das atividades muito comuns por aqui é o acampamento em parques florestais. Existem enumeras áreas exclusivas para que você leve a sua barraca e desfrute da natureza em sua forma mais rudimentar. Porém é preciso reservar seu spot "lote" e a demanda é tão grande que se esgotam em poucas horas, assim que abrem no início da temporada.


Por isso fomos pesquisar alternativas, que nos proporcionassem esta imersão na natureza, mas que ao mesmo tempo nos oferecesse uma boa e confortável noite de sono. Os meninos sempre nos pediram para acampar em uma floresta, com fogueira e marshmallow assado, uma tradição por aqui, porém esta “aventura” requer algumas necessidades e preparos especiais quando realizada com crianças. Por isso resolvemos oferecer uma solução intermediária, e passar um fim de semana em uma pequena cabana de madeira bem no meio da floresta, localizada na paradisíaca ilha de Cape Breton.



Destino - Cape Breton Island


Destino obrigatório para todos os brasileiros que moram em Nova Scotia, a ilha de Cape Breton fica localizada há 4 horas de Halifax, bem no extremo leste da província. Com o seu litoral acidentado e muitas montanhas cobertas por florestas, a ilha conta com uma estrada que circunda todo o litoral da ilha conhecida como Cabot Trail, um passeio de cerca de 6 a 8 horas de espetaculares cenários naturais. Sugiro você reservar, no mínimo, três dias para conhecer a ilha.


As cabanas da River Nest Wilderness


Construídas meticulosamente pelo proprietário-anfitrião Angelo, um filho de imigrantes italianos, as cinco minis cabanas estão localizadas as margens da Baía de North River na região de Baddeck, Cape Breton Island. É preciso percorrer cerca de 3km de estradinha de pedras até chegar na vila, que fica completamente isolada, inclusive sem sinal de celular. Mas calma que nem tudo está perdido! É possível se conectar usando a internet da escola de caiaques do Angelo que fica à poucos metros das cabanas. Aliás, vale à pena alugar um tour pela baía e explorar lugares só acessíveis de barco.



Apesar de pequenas, as cabanas são extremamente confortáveis e ao mesmo tempo despertam um espírito de aventura nas crianças que dormem em um pequeno mezanino acima da cama de casal. O espírito de acampamento fica por conta dos banheiros comuns a todos os hóspedes, localizados na área externa e de uma pequena área coberta onde é possível fazer as refeições. No local também é possível desfrutar de uma sauna seca e um forno de pizza à lenha, o que eu considero um luxo para quem está no meio da floresta. Ah! Vale lembrar que eles oferecem também roupas de cama, travesseiros e um jogo de toalhas.


“Não muito tempo atrás, sentei-me na floresta e sonhei em construir um pequeno oásis para os viajantes ficarem e experimentarem o ar livre enquanto desfrutam do conforto de casa. Imaginei uma pequena vila pitoresca onde as pessoas pudessem relaxar com tranquilidade e se conectar com a natureza que os cerca.” – Angelo


Na primeira noite fomos convidados pelo anfitrião a se juntar ao evento de boas-vindas, onde ele reúne os hospedes para uma rodada de pizzas artesanais preparadas no forno à lenha da propriedade. Sem dúvidas um bom motivo para unir os hóspedes que se apresentam ao grupo iniciando uma aproximação daqueles que conviverão na pequena vila nos próximos dias.


O que mais gostei desta experiência foi poder proporcionar aos meus filhos um fim de semana em contato com a natureza em um lugar completamente isolado, tendo que compartilhar banheiros, e a mesa com pessoas que você acabou de conhecer.


Este fim de semana me fez voltar no tempo e me lembrou, em certos aspectos, a minha infância no interior de Pernambuco, onde morei em uma casa de taipa sem nenhum conforto com um banheiro que também tínhamos que sair de casa para usar. Ainda consigo lembrar dos detalhes da casinha simples que vivi, e que em vários momentos, pude descrevê-la para meus filhos. Para eles, foi difícil entender que naquela época era preciso ir ao banheiro fora da casa e que não tinha uma privada para sentar-se. Tempos difíceis aqueles. Acredito que o melhor da viagem foi poder proporcionar essa experiência que ficará marcada para sempre na memória, assim como ficou na minha.


Passar o fim de semana na River Nest Wilderness Cabins foi uma experiência adorável que, sem dúvidas, nós recomendamos para todos que estão em Nova Scotia!


Andre 🖤 Livia


#NovaScotia #Viagem #Verão #CapeBreton